Receitas

MasterChef da vida real: veja truques para acertar o ponto da carne

Joana Santana

Do UOL, em São Paulo

15/07/2015 12h36


Há quem prefira mais fininho e quem prefira mais alto. Há quem goste dos mais magros e quem aprecie uma gordurinha. Mas o ponto da carne não é questão de ponto de vista: ele existe e há mais de uma forma de alcançá-lo. Eliminada no capítulo da última terça-feira (14) do programa MasterChef, a participante Iranete Santana falhou três vezes na missão. 

Uma rápida discussão entre os três jurados do programa deixou claro que há diversas maneiras de chegar ao ponto correto da carne. Para você se dar bem no MasterChef da vida real, UOL Comidas e Bebidas selecionou algumas dicas fundamentais.
  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Escolher a carne

    Para um bom bife, os cortes ideais são aqueles localizados na parte traseira do boi, como alcatra, fraldinha, contra-filé e filé mignon. A espessura também conta: quanto mais alta uma peça, maior sua suculência, mas também mais tempo ela requer para chegar ao ponto correto. Além disso, tenha em mente que um pouco de gordura ajuda a manter a carne suculenta.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Preparar a panela

    A frigideira de ferro dá um bom resultado, mas a antiaderente é ideal para os iniciantes por ser mais fácil de controlar. Ela deve estar bem quente antes de receber quantidades iguais de óleo e manteiga, suficiente apenas para untar o fundo. E só depois da gordura bem quente é que entra a carne. Isso garantirá uma bela crosta marrom, mas sem aquele gosto amargo de queimado.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Deixar o bife quieto

    Uma vez que a carne vá para a frigideira, ela deve ser deixada em paz para que o calor tenha tempo para fazer seu trabalho. Quantos minutos um bife vai passar de cada lado vai depender da sua espessura, do fogo e da panela. Alguns bons sinais de que é hora de virar são o tom de marrom na face voltada para baixo e o surgimento de gotas de sangue na superfície visível.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Identificar o ponto

    Para constatar o ponto do bife, pressione-o levemente e compare sua consistência com a da "almofadinha" da mão. Encoste as pontas do polegar e indicador e, com a outra mão, pressione a área gordinha; se a resistência da carne for semelhante, ela está mal passada. Se a consistência for mais parecida com a união dos dedos polegar e médio, está ao ponto. E se estiver bem durinha, como quando juntamos polegar e anular, está bem passada.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Finalizar no forno

    Se achar que a crosta já está passando do ponto e querendo queimar, mas o bife ainda não chegou ao ideal, principalmente quando ele é muito alto, não tem problema. É possível complementar o cozimento com um tempinho no forno a 200 graus pré-aquecido por dez minutos. O tempo varia, mas em média são necessários mais três minutos nessas condições para uma carne ao ponto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo