Receitas

Masterchef Júnior: como preparar miúdos e outros itens exóticos

Divulgação
A Chef Paola Carosella ajuda os pequenos a cozinharem ingredientes exóticos Imagem: Divulgação

Camila Ciarallo

Do UOL, em São Paulo

11/11/2015 17h03

Fígado, cérebro, orelha, língua, coração... não é todo mundo que consegue cozinhar, ou até comer, pratos com esses ingredientes. 
 
No episódio da última terça-feira (10) de “MasterChef Júnior”, os pequenos candidatos tiveram que apresentar pratos com alguns itens exóticos, como os citados acima, na prova preliminar. 
 
Para você fazer tão bonito quanto eles, UOL Comidas e Bebidas reuniu dicas de como preparar carnes que poucos estão acostumados a comer. 
  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Cérebro

    Miolos de boi precisam ficar de molho no leite por uma hora, para tirar qualquer gosto ou cheiro estranho. Em seguida, coloque-os em água corrente para limpá-lo. Para preparar um cérebro, primeiro você deve cozinha-lo em água por 15 minutos ou até ficar firme. O ponto certo é quando você consegue espetar um garfo nele. Depois de cozido, você pode usá-lo como recheio em uma massa, salteá-lo em uma frigideira com ervas e manteiga e fazer um molho para regá-lo, ou até mesmo empaná-lo e fritar.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Fígado

    Você pode comprar um fígado já limpo e cortado em filés, ou ainda a peça inteira. Se o seu caso é a segunda opção, lembre-se de deixá-lo de molho no leite para tirar cheiros e gostos estranhos. Se o fígado vier com a membrana, tire-a com cuidado com a mão, sem despedaçar a peça. Você pode cortar o ingrediente de diversas maneiras: bifes com cerca de três centímetros de espessura ou cubos são as mais populares. Para cozinhar, faça como faria com qualquer outra parte do boi: no caso dos bifes, tempere-os e coloque-os em uma frigideira com manteiga e sirva com o acompanhamento que quiser, como purês, vegetais ou até arroz e feijão. Já os cubos ficam ótimos se preparados com cebolas: tempere o fígado, refogue na manteiga por cerca de um minuto e depois adicione cebolas cortadas em fatias.

  • Imagem: Roberta Malta/UOL
    Roberta Malta/UOL
    Imagem: Roberta Malta/UOL

    Orelha de porco

    Orelhas de porco podem ser usadas além da feijoada. Duas maneiras de preparo são as orelhas crocantes e em molhos. Compre uma orelha limpa e certifique-se que não há nenhum pelo nela. Se tiver, você pode retirá-los com um maçarico ou usando uma lâmina descartável. Uma vez limpa, cozinhe-a inteira em água com sal por cerca de uma hora. Para fritá-la, é só cortar em tiras, empaná-las e fritar em óleo quente. Sirva como aperitivo. Para adicionar em molhos para massas, depois de cozinhar a orelha, corte-a em cubos, refogue em uma frigideira com óleo ou manteiga e adicione ao molho de sua preferência.

  • Imagem: Mauro Holanda/Divulgação
    Mauro Holanda/Divulgação
    Imagem: Mauro Holanda/Divulgação

    Língua

    A primeira etapa é sempre a mesma: limpar a peça. No caso da língua, use água corrente e uma escovinha de cozinha. Em seguida, coloque-a para cozinhar em fogo baixo por duas horas em água com ervas, pimenta do reino, sal, cebola e alho. Ao retirar da panela, você precisará tirar a membrana que a envolve. Ela é grossa e é melhor se você começar por sua base. Depois de tirar a membrana, limpe a área de baixo retirando os nervos. A receita básica de língua está pronta. A partir daí, você pode cortar em fatias finas e servir em sanduíches, assar com batatas, grelhar e servir com o acompanhamento que preferir.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Coração bovino

    Ao comprar um coração, peça que o açougueiro limpe a peça: assim, você não precisará tirar as veias e artérias. O coração pode ser servido em bifes, cubos, ou até como tartar. Ao comprá-lo limpo, você só precisa cortar em filés, seguindo o formato do coração aberto e depois em cubos. Cozinhá-lo é simples: você só precisa fritar ou grelhar, como se fosse uma peça bovina comum. Caso queria servir em filés, não tire a gordura, que irá dar sabor ao coração. Cozinhe como se fosse um peito de pato: com cortes na transversal e colocando a gordura na frigideira. Quando a parte de cima começar a cozinhar, retire e sirva com o acompanhamento que preferir.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo