Receitas

Tá na época de goiaba; saiba como escolher e preparar a fruta da estação

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/03/2016 07h00

Comprar alimentos de época só tem vantagens. Além de estarem no ponto certo de maturação, também têm melhor preço. No mês de março, a lista de produtos sazonais é grande, encabeçada pelas goiabas.

Nesta época, elas estão particularmente perfumadas e doces, podendo ser consumidas não apenas cruas, mas em diversas preparações. Aproveite a safra para aprender como escolher e preparar melhor o ingrediente em casa sem erro.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Variedades e origens

    De casca amarela ou verde, a polpa perfumadíssima da goiaba (Psidium guajava) pode variar do branco ao vermelho intenso, de acordo com o tipo. Em geral, as brancas são favoritas para o consumo in natura, por serem mais delicadas no paladar. As vermelhas têm mais personalidade e são deliciosas tanto puras quanto como ingrediente.

    As origens da goiaba são incertas, mas acredita-se que essa fruta, hoje tão típica de norte e sul do Brasil, seja oriunda da América tropical. É uma planta que prefere os lugares quentes. Por ser tão bem adaptada ao clima brasileiro, é comum ver goiabeiras carregadas da fruta nas ruas e quintais nesta época do ano.

  • Imagem: Thinkstock
    Thinkstock
    Imagem: Thinkstock

    Na cozinha

    Quando está na época e bem madura, a goiaba pode ser usada para preparos variados. Para fazer suco, despreza-se a casca e bate-se no liquidificador a polpa macia da goiaba com um pouco de água. Como a polpa é rica em sementinhas, recomenda-se coar o suco depois de batido. A partir daí, dá para fazer picolé, sorvete de massa, calda, geleia, compota e até gelatina de goiaba.

  • Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress
    Eduardo Knapp/Folhapress
    Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress

    Sua majestade, a goiabada

    Bastam apenas a fruta bem madura e açúcar para obter um clássico da doçaria brasileira: a goiabada. Combinado com queijo, esse doce de corte se transforma na tradicional sobremesa Romeu e Julieta, que ganhou diversas versões na cozinha contemporânea - de suflê de goiabada com calda de catupiry, sobremesa hit do restaurante Carlota, em São Paulo, ao cheesecake americanizado, com geleia de goiaba cobrindo o doce à base de cream cheese. Em cubos, a goiabada enriquece ainda o bolo de fubá do cafezinho da tarde, ou vira cobertura para biscoitos.

    Para uma calda ou geleia improvisadas, basta derreter os cubinhos de goiabada com água, em fogo brando, até obter a consistência desejada. Nesse caso, o melhor é usar a goiabada mais pastosa - a cascão, rica em pedaços da fruta, é bem rústica e não renderia uma calda tão lisa. E, para os que gostam de sabor agridoce, a goiaba pode ser substituída pelo tomate no tradicional molho catchup, como faz o chef Thomas Troisgros em seu T.T. Burger, no Rio de Janeiro.

  • Imagem: Leandro Moraes/UOL
    Leandro Moraes/UOL
    Imagem: Leandro Moraes/UOL

    Na hora de escolher

    As goiabas, tanto a branca quanto a vermelha, são ricas em vitamina C, superando até mesmo limões e laranjas no teor dessa vitamina. Para aproveitar ao máximo esse nutriente, recomenda-se consumir a fruta in natura ou em preparos que não exijam aquecimento. Na hora da compra, o ideal é optar pelas de casca íntegra - em geral, pontinhos pretos podem indicar a presença do famoso bicho de goiaba.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo