menu
Topo

Receitas

Baguete francesa pode virar patrimônio da Unesco

Jhon Paz/Xinhua
Imagem: Jhon Paz/Xinhua

da ANSA, em Paris

25/09/2018 09h13

A Confederação Nacional de Panificação (CNPDB) francesa se reuniram nesta segunda-feira (24) em um congresso, em Paris, para discutir a candidatura da tradicional baguete para ser reconhecida como patrimônio cultural imaterial da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

De acordo o "Journal du Dimanche", a decisão foi aprovada por unanimidade e foi dirigida a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, para levá-la em consideração.

Veja também

Logo após, a ordem, assinada pelo Conselho Comunitário, será submetida ao Ministério da Cultura, que a entregará oficialmente à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

Além da baguete, a França também quer candidatar o bistrô parisiense e as livrarias às margens do rio Sena.

A campanha para que o pão mais famoso da França receba o título de patrimônio da humanidade da ONU começou com padeiros franceses, após a Itália conseguir, em dezembro do ano passado, outorgar o status de patrimônio imaterial ao método de fabricação da pizza napolitana.

No início do ano, o presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou que apoia a iniciativa, a qual tenta preservar a tradição da baguete, em sua forma e receita. Desde então, a campanha defende que, como a Torre Eiffel, a baguete é um dos maiores símbolos do país europeu.

Atualmente, cerca de 32 milhões de unidades são vendidas por dia.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Receitas