menu
Topo

Receitas

Pera com bacon? Veja oito coisas para comer e beber ao visitar Hamburgo

Reprodução/jarhtk
Hamburgo, na Alemanha Imagem: Reprodução/jarhtk

Luisa Frey

03/02/2018 11h36

Gastronomia da cidade portuária no norte da Alemanha é marcada por peixe. Folhado de açúcar e canela e compota de frutas vermelhas também são pedidas certas em um passeio por Hamburgo.

Franzbrötchen

Se você chegar na cidade pela manhã ou no meio da tarde, aproveite para fazer um lanche e experimentar um dos itens mais típicos da gastronomia local: o franzbrötchen. Nas padarias da cidade, o cheiro do pãozinho folhado saindo do forno, recheado de açúcar e canela, é simplesmente irresistível. O doce lembra um croissant. Além do tradicional franzbrötchen recheado de açúcar e canela, há versões com passas, chocolate, nozes ou maçã.

Cafezinho

Para acompanhar, um café vai muito bem. E Hamburgo é um lugar especial para isso. A primeira cafeteria hamburguesa de que se tem notícia data de 1677. Mais de três séculos depois, a cidade no norte da Alemanha continua sendo a principal porta de entrada para o café no país e um local onde a qualidade dos grãos é bastante valorizada.

Vale provar um café torrado na hora na Speicherstadt, antigo complexo de armazéns de que é Patrimônio da Unesco. Num dos prédios de fachadas de tijolos, construído em 1888, fica a cafeteria Kafferösterei, onde também é possível assistir ao processo de torra dos grãos.

Cultura

Saindo da Speicherstadt – onde também se pode visitar o famoso museu de miniaturas Miniatur Wunderland –, dá para dar uma olhada na fachada da impressionante Filarmônica do Elba e seguir para a área portuária, símbolo da cidade.

Sanduíche de peixe

Ali, não se pode deixar de provar um fischbrötchen, um sanduíche de peixe. O recheio do pãozinho, parecido com o nosso francês, pode ser o tradicional arenque ou camarão, peixe empanado, salmão defumado, entre outros. O lanche costuma conter cebola, picles, molho remoulade e alface. O sabor ficará ainda melhor se você der sorte de pegar um dia de sol. Uma das lanchonetes mais famosas para comer o fischbrötchen é a Brücke 10.

Currywurst

Ainda no tema comida de rua, Hamburgo também é um bom lugar para se pedir uma currywurst – salsicha branca com molho picante de tomate e curry, acompanhada de batatas fritas ou pão branco. Apesar de ser mais conhecida a versão que atribui a origem da iguaria a Berlim, Hamburgo também reivindica a invenção. Seja como for, vale a pena comer uma currywurst em qualquer uma das duas cidades.

Hambúrguer

Se quiser provar pratos de maior sustância, um dos mais tradicionais é o labskaus. A especialidade culinária do norte da Alemanha consiste numa espécie de hambúrguer de carne bovina curada, batata e beterraba, coberto com ovo frito e geralmente acompanhado de arenque, beterraba e pepino em conserva. Parece estranho, mas não é.

Pera com bacon?

Para quem torce o nariz para peixe, mais especificamente para arenque, outra opção da culinária local é birnen, bohnen und speck – pera, vagem e bacon cozidos. Eu prefiro este prato ao labskaus. Adoro a combinação de pera com comidas salgadas. Antes de provar o prato típico de Hamburgo, eu só conhecia a fruta com queijo, mas não é que fica boa com bacon também?

Doces

Para a sobremesa, uma boa pedida é o rote grütze. A compota de frutas vermelhas é geralmente servida com calda ou sorvete de baunilha ou chantilly. Para mim, é a combinação perfeita de doce e azedo.

Para comer as comidas típicas, há uma série de restaurantes na cidade, como o Alt Hamburger Aalspeicher e o Bordersen. É claro que, como numa boa cidade alemã, também não faltam opções de cerveja em Hamburgo. A mais popular é a Astra. Vale visitar uma das cervejarias da cidade, como a Blockbräu e a Hopper Brau.

Toda semana, a coluna Pitadas traz receitas, curiosidades e segredos da culinária europeia, contados por Luisa Frey, jornalista aspirante a mestre-cuca.

Mais Receitas