menu
Topo

Receitas

Escargot é o ingrediente característico deste verão nos EUA

Getty Images
Imagem: Getty Images

Kate Krader

12/07/2018 15h30

A competição pela música do verão de 2018 nos EUA está acirrada. Para alguns, é "One Kiss", de Calvin Harris e Dua Lipa, para outros, é "I Like It", de Cardi B.

Escolher o ingrediente do verão é uma tarefa muito mais fácil, por incrível que pareça. Não é uma verdura, nem um grão, nem uma fruta que é um superalimento. É o escargot.

Os caracóis quentes não são a primeira coisa que vem à mente quando a maioria das pessoas pensa no calor ensolarado do verão. Para muitos, o tradicional molusco começa e termina em uma piscina de manteiga derretida com alho, em uma aconchegante sala de jantar sem luz natural. No entanto, o escargot se tornou o queridinho dos chefs nos EUA em diversas preparações.

Os motivos do auge do escargot têm muito a ver com o ressurgimento da culinária francesa e com a nostalgia que alguns chefs sentem pelos clássicos. Por exemplo, o prato mais chamativo do badalado restaurante Frenchette, de Nova York, é o brouillade, uma luxuosa combinação de ovos mexidos com caracóis banhados em manteiga de alho por cima.

Mas, enquanto os cozinheiros continuam experimentando com os clássicos, o escargot também está aparecendo em lugares tão improváveis como a comida de bar. A seguir, alguns dos melhores lugares para comer caracóis no verão americano.

O fã-clube francês

No Frenchette, que fica em Tribeca, em Manhattan, o brouillade é tão popular que se tornou uma categoria própria, servido entre os aperitivos e as entradas. Os chefs e coproprietários Lee Hanson e Riad Nasr serviam escargot como um prato especial de vez em quando em seu antigo restaurante, Minetta Tavern. A combinação com ovos mexidos - que leva quase a mesma quantidade de manteiga que a guarnição de caracóis - começou como um experimento com produtos adquiridos da península de North Fork, em Long Island.

"Estamos servindo caracóis em um contexto mais inovador", diz Hanson. "E o sabor combina muito bem com os ovos. Tem um quê de frutos secos, quase como trufas."

Mais ao norte, no West Village, Angie Mar, chef e proprietária do Beatrice Inn, nunca tira o escargot do cardápio. Neste verão, eles são cozidos em um molho trufado de manteiga e vinho tinto para um corte de porterhouse envelhecido por 90 dias. "Os caracóis combinam bem com a carne envelhecida e dão uma dimensão adicional a ela", observa.

Os experimentadores

Como prova de que o escargot tem um apelo moderno que vai além da culinária francesa, os caracóis estarão no cardápio de Manhatta. O mais novo empreendimento de Danny Meyer, da Union Square Hospitality Group, será inaugurado no dia 17 de julho, com janelas de vidro que vão do chão ao teto no 60º andar do edifício número 28 da Liberty Street, no distrito financeiro de Nova York.

E, em Chicago, o restaurante Elske, que tem uma estrela Michelin, encontrou outra maneira não convencional de servir escargot: com uma terrina de batatas Yukon com cebolinha, alcachofra e agrião. Para o chef e proprietário David Posey, os caracóis são perfeitos para esta época do ano.

"Sempre coloco escargot no cardápio quando faz calor", diz ele. "Parece apropriado depois que o verde começa a brotar."

Mais Receitas