menu
Topo

Receitas

Restaurante de Nova York permite que clientes pesquem o jantar

Kyle Stock

Da Bloomberg

10/10/2018 18h57

As probabilidades de pescar um grande robalo riscado para jantar na cidade de Nova York não são especialmente altas. Um píer no Brooklyn, perto da loja da J.Crew em Williamsburg, talvez ofereça a melhor chance. O próximo passo é encontrar alguém para limpar e cozinhar o peixe.

Ou você pode simplesmente reservar uma mesa no Zauo. A partir de 15 de outubro, os clientes poderão entrar no restaurante no Chelsea e jogar uma linha de pesca em um tanque gigantesco cheio de robalos riscados brincalhões – além de salmões, linguados, trutas e outros peixes.

Veja também

É a ideia de levar alimentos "da natureza à mesa" com uma pitada do kitsch japonês. É uma forma extremamente espetacular de jantar, um grande truque publicitário em uma cidade construída com eles. E também é muito divertido.

Em uma manhã de segunda-feira, dezenas de peixes passavam perto do meu anzol com um pedacinho de salmão de isca como zumbis, como muitos pedestres no Midtown.

Um robalo riscado de 1,3 quilo correu pela direita, uma truta-arco-íris de 35 centímetros desviou vagarosamente para a esquerda e outra do tamanho de meu braço se movia desajeitadamente embaixo. Nenhum deles fez contato visual – nova-iorquinos de carteirinha.

Após dois minutos, chegou o momento. Uma truta de aspecto jovem parou um segundo, perguntou-se o que era aquilo e voilà: o brunch estava servido.

Peixes

Os donos de Zauo dirigem 13 lojas irmãs no sul do Japão que são especialmente populares entre os turistas internacionais. Os restaurantes da região - e nos bairros chineses pelo mundo afora – têm tanques de frutos do mar onde você pode ver seu jantar nadando. Zauo talvez seja o primeiro a deixar os clientes pescarem.

O restaurante em Manhattan, primeiro da família fora do Japão, exigiu uma cadeia de abastecimento de piscinas totalmente nova. Fora as lagostas de Maine, todo o estoque é transportado dos criadouros em caminhão: salmão de Nova York e robalos riscados da Carolina do Norte. Minha truta-arco-íris cresceu na Pensilvânia.

A truta, o salmão e o robalo riscado são colocados juntos em dois tanques diferentes. No andar de cima, 50 linguados dormitam em outro tanque, como um monte de tapetes sonolentos de boas-vindas, com solhas, lagostas, cantarilhos e abalones como amigos. As solhas, importadas de avião do Japão, são a espécie mais exótica.

Há 134 lugares, e os clientes pescam em grupos de 15 a 20 pessoas de cada vez. Cada pessoa paga, ao todo, o que morder a isca, e os preços vão de US$ 45 por uma truta ou um robalo a US$ 110 por um dos gigantescos salmões (que, considerando o tamanho, talvez seja uma das melhores ofertas frutos do mar da cidade).

Quem não quiser pescar o próprio peixe terá que pagar um pouco mais (US$ 55 pela truta, US$ 125 pelo salmão) - mas há redes disponíveis para pegar exatamente o que você quiser. Quando o peixe estiver são e salvo na cozinha, os clientes escolhem entre algumas opções simples de preparação: sashimi, grelhado, frito com tempurá ou cozido em fogo baixo com molho de soja e mirin. Todos chegam à mesa inteiros, com cabeça e espinhas, a menos que você indique o contrário.

Mais Receitas