Receitas

Documentário conta história do "maior jantar secreto do mundo"

Divulgação/dinerenblanc.info
Um dos jantares do Dîner en Blanc, nos Invalides, em Paris (França) Imagem: Divulgação/dinerenblanc.info

do UOL, em São Paulo

10/09/2013 19h28

Há 25 anos, sem nenhum aviso prévio, um grupo de pessoas se reúne em um ponto turístico para um piquenique elegante. As "regras": venha de branco, não traga pratos de plástico, e se comporte bem. Essa é a essência do Dîner en Blanc, evento colaborativo que comemora 25 anos com um documentário que conta como um lanche entre amigos se tornou um dos eventos mais disputados de Paris.

O filme, dirigido por Jennifer Ash Rudick, conta a história de François Pasquier, que criou o Dîner en Blanc em 1988 com alguns amigos. Eles se reuniram no parque do Bois de Boulogne, vestidos de branco para que pudessem ser reconhecidos na multidão. O encontro deu tão certo que organizaram um novo jantar no ano seguinte.

E assim vem sendo desde então. Atualmente, o Dîner en Blanc é organizado em 40 cidades ao redor do mundo, com mais de 100 mil membros participantes. Os piqueniques-relâmpago reúnem 15 mil pessoas por ano em Paris e arredores, em locais como a base da Torre Eiffel, a pirâmide do Museu do Louvre e o castelo de Versailles, entre outros cartões-postais conhecidos.

Jennifer Ash Rudick conheceu o evento por meio de um amigo francês e filmou a invasão promovida pelos membros do jantar em dois dos mais conhecidos pontos turísticos de Paris --a Catedral de Notre-Dame e a Place des Vosges. 
A diretora está divulgando o documentário em várias mostras pelo mundo, e o colocou disponível para download aos interessados. 
 

Regras da casa

Para participar do “maior jantar secreto do mundo”, é preciso ser convidado por uma pessoa que já tenha participado antes ou então entrar na lista de espera do site. A ideia dos organizadores é sempre escolher um local movimentado, para manter o efeito de choque nas pessoas que assistem. O lugar só é revelado na última hora –uma medida tomada nas primeira edições para evitar que as autoridades coibissem a festa.

As instruções do evento são bem claras: o piquenique acontece mesmo debaixo de chuva, e os convidados devem trazer  sua comida, sua própria mesa (com medidas específicas, ditadas pela organização), além de pratos de porcelana e prataria fina –nada de talheres e copos de plástico. Cerveja também não é bem vista no piquenique: só espumante ou vinho devem ser inclusos na refeição. Cada convidado deve trazer um outro convidado, preferencialmente do sexo oposto.

Mesmo com todas essas regras, o evento é disputado: em Nova York, duas mil pessoas se inscreveram para a próxima edição do piquenique em menos de duas horas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo