Receitas

Restaurante em Belém (PA) faz sucesso com culinária vegetariana

Divulgação
Maniçoba do Govinda (Belém-PA), vencedora do concurso "Melhor PF do Brasil" Imagem: Divulgação

Anna Fagundes

do UOL, em São Paulo

10/09/2013 16h25

Um restaurante vegetariano em Belém (PA) chamou a atenção do público ao transformar receitas de origem indígena em pratos com toque indianos.

A combinação pode até soar inusitada, mas dá resultados: desde sua fundação, em 2009, o restaurante Govinda conquistou uma clientela fiel no centro comercial da capital paraense –mesmo que a maioria não seja vegetariana.

O carro-chefe da casa é uma adaptação da maniçoba, receita tradicional da região amazônica, feita originalmente com folhas de mandioca cozida, lombo de porco, toucinho e outros itens defumados. Também chamado de “feijoada da Amazônia”, o prato é em geral consumido na época do Círio de Nazaré, em outubro, sempre acompanhado de arroz branco e farinha de mandioca.

Na versão criada pela chef Ivaneide Machado para o Govinda, a carne de porco é substituída por proteína de soja e salsichas vegetarianas, além de levar queijo provolone e toques indianos, como masala e açafrão. A receita é servida no restaurante com arroz integral com jambu, banana frita e farofa, por R$ 20. Veja aqui a receita do prato

Filosofia sem crueldade

Ivaneide abriu o restaurante em 2009 ao lado do marido, Francisco Gomes. Seguidores da filosofia Hare Krishna, o casal já tinha visitado templos na Índia para estudar e aprender como preparar pratos típicos do país.   

“Somos vegetarianos há muitos anos, é parte de nossa filosofia. Quando nossos amigos experimentavam nossa comida, diziam de brincadeira que podíamos abrir um restaurante”, explica Francisco Gomes. “Nosso objetivo com o Govinda é oferecer um ideal de alimentação mais leve, sem crueldade com os animais.”

A maniçoba lacto-vegetariana ficou conhecida fora de Belém do Pará quando ganhou o concurso de “Melhor PF do Brasil”,  derrotando mais de cem candidatos de todo o país. “Foi uma grande surpresa ter ganho o concurso, já que somos um segmento que foge muito do tradicional”, explica Francisco Gomes. “Acreditávamos no nosso trabalho, claro, mas daí a chegar nesta premiação parecia muita coisa!”.

O concurso avaliou mais de cem receitas de prato feito, que deveriam custar até R$ 30.  Os pratos foram avaliados em conceitos como harmonia dos ingredientes, criatividade e equilíbrio nutricional, entre outros. “Apesar da maniçoba ser um prato bem diferente, ter conquistado o paladar do júri foi algo ímpar”, diz Francisco. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo