Receitas

Cervejeiros criam bebida com formigas, tucupi e figos

Anna Fagundes

do UOL, em São Paulo

11/09/2013 14h17

Talvez você saiba que formigas saúvas são, além de comestíveis, consumidas principalmente na região Norte do Brasil. Mas você tomaria uma cerveja com formigas?

Pois saiba que tal bebida existe e chama-se Saison de Saúva –criação da microcervejaria Lamas Bier, de Campinas (SP). Além das formigas, a receita leva tucupi negro e figos e foi criada pela empresa em parceria com o jornalista Marcelo Cury e Paulo Lima, do Empório Sagarana, que apresentou as possibilidades gastronômicas do inseto para os amigos.


“O choque é esperado. A pessoa pensa, ‘como assim, comer formigas?’ Mas o sabor da saúva é muito marcante, com toques cítricos e de capim-limão. Assim que experimentamos, achamos que aquilo rendia uma cerveja”, explica David Figueira, um dos sócios da Lamas Bier.

Ele preparou cinco litros da bebida diante do público em uma edição do encontro gastronômico O Mercado, em São Paulo. As formigas foram desidratadas com sal e adicionadas na mistura na hora de fermentar a bebida. A Saison de Saúva já tinha sido mostrada na festa de aniversário do Empório Sagarana, com grande aprovação do público. Do tipo saison belga, ela é descrita como sendo cítrica e apimentada.  

Confraria de laboratório

David é formado em Física pela Unicamp e começou a fazer cervejas artesanais quando ainda era estudante. Junto com alguns amigos do Instituto de Física, ele formou a confraria Lamas, que atualmente mantém uma loja de insumos para microcervejeiros. “Hoje em dia, eu digo que a Física é que virou meu hobby e a cerveja o assunto sério”, diz.

A Saison de Saúva não vai ser produzida para venda ao grande público, pois a legislação brasileira não permite o uso de produtos de origem animal na produção de bebidas. A regulamentação está atualmente sendo revista pelo Ministério da Agricultura.

No entanto, a ideia é que os interessados se arrisquem a produzir a cerveja em casa mesmo. “A gente faz as bebidas por hobby, em edições limitadas para os amigos. Colocamos as receitas no nosso blog para quem quiser tentar”, conta David.

Para a próxima edição d’O Mercado, no próximo dia 22, ele promete trazer uma nova criação inusitada. “Vai ser algo exótico com certeza, mas não vai ter formiga envolvida”, garante.  

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo