Receitas

Frango assado vira artigo de luxo em restaurantes norte-americanos

Divulgação/thenomadhotel.com
Frango assado do restaurante NoMad, em Nova York, servido com trufas negras e foie gras Imagem: Divulgação/thenomadhotel.com

Do UOL, em São Paulo

09/12/2013 19h13

O frango assado de domingo, quem diria, virou prato chique. Restaurantes caros de Nova York andam apostando nas possibilidades gastronômicas do prato -e cobrando caro por isso. 

Os chefs norte-americanos têm se esforçado para oferecer versões diferentes do prato, seja com guarnições especiais ou matérias-primas diferentes: os frangos do restaurante Dover, por exemplo, são alimentados com restos de comida de locais como o Per Se, 11o. lugar na lista dos 50 melhores restaurantes do planeta publicada pela revista britânica "Restaurant".

Uma vez abatidos, eles são confitados com gordura de pato por três horas e servidos com trufas negras, aipo e maçãs, ao preço de US$ 65 (cerca de R$ 150) para duas pessoas. 

Já o restaurante Lafayette oferece frango da famosa  "televisão de cachorro" –no caso, uma assadeira de frango ultramoderna– por US$ 50 (cerca de R$ 116) para duas pessoas. Na Rotisserie Georgette, por sua vez, uma versão do frango assado recheado com cogumelos e foie gras sai por US$ 74 (cerca de R$ 170). 

A economia do frango
A moda dos frangos assados com apresentação chique começou no restaurante do hotel NoMad, que serve o ingrediente com trufas negras e foie gras por US$ 79 (cerca de R$ 183).

No entanto,  a aposta dos donos de restaurante no frango assado tem a ver em parte com nostalgia dos tempos dos almoços na casa da avó –e  também muito de economia.

O site Grub Street, especializado na gastronomia de Nova York, calculou que alguns fornecedores vendem frangos para o consumidor final por até US$ 22 (cerca de R$ 51). Considerando que os restaurantes compram o ingrediente em grandes quantidades (ou seja, com preço menor), acredita-se que a margem de lucro com a nova moda seja grande. 

O frango também é atrativo por ser versátil e saboroso, o que leva os clientes a retornarem para outros jantares no futuro. Isso faz com que o prato de domingo acabe ganhando espaço nos menus ao lado de pratos mais caros, mas que não têm tanto apelo popular ou sentimental com a clientela. Resta ver quais serão as próximas variações do prato.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo