Receitas

Aprenda a fazer seis ceviches do Pacífico, prato perfeito para o verão

Roberta Malta

Do UOL, em São Paulo

21/01/2014 20h03

Refrescante e leve, o ceviche é perfeito para o verão. Ainda é fácil de fazer e fica pronto bem depressa.

O prato chegou ao Brasil há cerca de 20 anos, mas o que muita gente ainda não sabe é que a receita feita com peixes ou frutos do mar marinados em limão e temperada com pimenta, cebola e coentro não é exclusividade peruana.


Vários países da Costa Pacífica, como Chile, Equador, Colômbia, México e até a Polinésia, têm suas receitas clássicas.

O livro “Ceviche do Pacífico para o Mundo” (editora Senac São Paulo/ 2013), escrito pela jornalista Patrícia Moll em parceria com o chef colombiano Dagoberto Torres, do Suri, em São Paulo, levanta essa discussão. “Se até na Polinésia, no Pacífico Sul, se come ceviche [com outro nome, poisson cru], por que dizer que ele é somente do Peru?”, diz Patrícia.

Escolhendo o peixe
Como em toda a gastronomia, o principal na hora de escolher o melhor peixe para a sua receita é ficar de olho no que está mais fresco.

“Para quem não está acostumado a comer peixe cru o Saint Peter é ideal, já que tem pouca fibra e sabor suave”, diz Dagoberto. Mas se você for fã de salmão, também pode usar sem medo", completa.

Peixes brancos como cioba, corvina, pescada amarela, pescada branca, namorado, badejo e congrio e de carne escura como atum, bonito, peixe serra e salmão vão muito bem nesse tipo de preparo e podem ser facilmente encontrados em qualquer feira livre.

Para Dagoberto, o prato precisa ter gosto de mar e acidez. “Partindo daí, dá para inventar o que quiser”, afirma o chef. Prova disso é a receita que Alex Atala, dos restaurantes D.O.M. e Dalva e Dito e do Riviera Bar criou para a dupla de escritores. “Quando vi que era uma receita só com flores, sem peixe, fiquei louco”, diz Dagoberto. “Achei que não poderíamos chamar aquilo de ceviche”.

Suas convicções caíram por terra quando ele provou a criação de Atala. “Como leva alga, tem sabor de maresia”, diz. “Isso me fez rever os meus conceitos sobre o prato.”

Para o UOL Comidas e Bebidas, o chef ensina em vídeo as seis receitas clássicas (veja o vídeo acima e as receitas ao lado) do Pacífico -chilena, mexicana, equatoriana, peruana, colombiana (cartagenero) e polinésia (poisson cru).

E faz o mesmo convite proposto no livro: que cada um invente sua própria versão. “Temos excelentes peixes, pimentas e muita criatividade”, diz Patrícia. Dá ou não dá para fazer um ceviche brasileiro?

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Receitas

Topo