Receitas

Supermercado cria sua própria energia elétrica com restos de comida

Thinkstock
Produtos que não podem mais ser consumidos viram energia elétrica em supermercado britânico Imagem: Thinkstock

Do UOL, em São Paulo

30/07/2014 15h55

Uma rede de supermercados no Reino Unido resolveu dois problemas de uma vez só: deu um fim para os restos de produtos vencidos do estoque e reduziu sua conta de luz ao criar um sistema que cria energia elétrica a partir de alimentos estragados.

A estratégia da rede Sainbury's tem sido testada em uma loja no sul do país, que instalou um sistema que produz biogás com os produtos que o supermercado iria jogar fora por estarem estragados ou vencidos. A ideia é que a loja seja capaz de produzir toda a energia elétrica que gasta - e assim, deixar de pagar pelo fornecimento de eletricidade. 

O grupo, que tem 1.016 lojas em todo o Reino Unido,  já tinha tomado outras atitudes para reduzir os gastos e evitar perdas nos estoques. Produtos que não são comprados até o fim do dia costumam ser doados para ONGs que distribuem alimentos para os necessitados. Tudo o que não pode mais ser consumido por humanos é destinado para a produção de energia.

Medidas para evitar o desperdício em supermercados têm sido uma preocupação de algumas empresas nos últimos anos. Na França, por exemplo, uma campanha que dava descontos para quem levasse vegetais "feios" para casa gerou um aumento de vendas dos produtos antes descartados pelos consumidores.

No Brasil, a ONG Banco de Alimentos ajuda a combater o desperdício recolhendo produtos que estão em bom estado, mas que seriam jogados fora em sacolões, feiras e supermercados. Os alimentos são doados para 51 instituições, entre creches, asilos, hospitais e associações, ajudando cerca de 22 mil pessoas todos os meses. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo