Topo

Receitas

Suíça utiliza exames de DNA para encontrar queijos falsificados

Getty
Bactéria funciona como "selo" de autenticidade para queijos produzidos na Suíça Imagem: Getty

Do UOL, em São Paulo

27/08/2014 15h12

Produtores de queijo na Suíça estão apelando para exames de DNA para evitar a disseminação de produtos falsificados no mercado.  

A indústria de laticínios local, que lucrou cerca 604 milhões de francos suíços (cerca de R$ 1,4 bilhão) com exportações ano passado, decidiu utilizar os exames de procedência para combater as versões piratas dos famosos queijos da região, como o emmenthal.

Para tanto, o governo suíço criou um  "selo" anti pirataria original: um tipo de bactéria específico, que não altera o gosto ou a aparência do queijo - e que serve como rastreador caso seja necessário comprovar a autenticidade do produto.

Atualmente, apenas produtores regularizados podem comprar sachês com a bactéria rastreadora. Os cientistas utilizam três combinações de DNA para garantir que, no caso um falsificador consiga obter o sachê, o selo não possa mais ser utilizado. 

Prejuízo
De acordo com números da agência Bloomberg, os queijos falsificados já causaram prejuízos de até 20 milhões de francos suíços (cerca de R$ 49 milhões) para os produtores. Uma associação nacional de fabricantes estima que dez por centro dos queijos vendidos como suíços na verdade não são feitos no país.

A produção pirata estaria ajudando a derrubar os lucros da indústria, abalados por conta dos altos custos de produção e pelo aumento do valor do franco suíço, o que faz com que os produtos do país saiam mais caro no exterior. 

A falsificação de produtos alimentícios tem se tornado um problema cada vez mais visível - na Itália, uma operação apreendeu mais de 30 mil garrafas de vinho falso na região da Toscana, após reclamações de consumidores sobre uma possível fraude nas bebidas. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Receitas