Receitas

Versão brasileira do Masterchef estreia hoje com chefs renomados no júri

Reginaldo Belentani/Divulgação
Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça (da esq. para dir) são os jurados do Masterchef, que será apresentado por Ana Paula Padrão Imagem: Reginaldo Belentani/Divulgação

Celina Cardoso

Do UOL, em São Paulo

02/09/2014 12h34

A partir desta terça-feira (2) os chefs Paola Carosella, Erick Jacquin e Henrique Fogaça serão jurados do "Masterchef", que estreia no canal Band, às 22h45.

Apresentado por Ana Paula Padrão, o reality show vai escolher o melhor cozinheiro entre os participantes. Uma bolsa de estudos na Le Cordon Bleu, renomada escola de gastronomia francesa de Paris, é um dos prêmios para o vencedor do programa.

A produção recebeu mais de cinco mil inscrições e apenas 16 participam da atração. “Buscamos pessoas com um interesse mais aflorado, uma curiosidade e também alguma prática”, explica Fogaça. A intimidade com as panelas foi um dos critérios para a escolha dos participantes. “Era preciso cozinhar bem”, diz Paola. 

"Masterchef" é uma franquia mundial e já foi exibido em 145 países. Paola, Erick e Henrique contam que já assistiram a versão internacionais do programa e acham o formato interessante.

Para Paola Carosella participar de um programa de televisão é desafiador. “Nunca tinha feito TV e achei interessante o fato do que eu contar aqui chegar a muitas pessoas. Me pareceu uma oportunidade única”, diz a chef.

A versão pela Band seguirá a forma original, mas com uma cara brasileira. “Nosso grande diferencial será a utilização de produtos e especialidades brasileiras. Isso traz o público para mais perto. Haverá uma identificação muito maior por parte do telespectador”, conta Fogaça.

Para Jacquin, o programa mostrará um Brasil diverso. “Para mim ele é um retrato da sociedade brasileira. Temos participantes de várias regiões e diversas classes sociais”, afirma o chef.

Rodirgo Belentani/Divulgação
Avaliar os candidatos de maneira justa será um dos desafios do programa para os jurados Imagem: Rodirgo Belentani/Divulgação

Aprendizado
Os candidatos deverão ser criativos, ter atitude e trabalhar com empenho para colocar na mesa dos jurados pratos com apresentação e sabor acima da média. “Quem está aqui tem que mostrar a que veio. Tem de colocar parte de si na receita. Além disso, também consideramos o cuidado com os ingredientes”, diz Fogaça.

O nível de exigência e os critérios de avaliação não serão baixos. Além de enfrentar desafios, como cozinhar para chefs renomados como Alex Atala e Salvatori Loi, os selecionados para o programa terão de corresponder às expectativas dos jurados.

“Ninguém está aqui pra brincar, temos todos o mesmo objetivo. Queremos o ótimo”, conta Fogaça. Erick Jacquin diz que, em alguns momentos, seu nível de exigência com os candidatos a chef é o mesmo daquele da sua cozinha. “Mas o nosso papel é o de jurado”, diz. “Eles não são profissionais, estão no caminho do aprendizado”, completa Paola.

Para Fogaça e Jacquin, o maior desafio do programa é ser justo. “E achar o melhor cozinheiro amador do Brasil”, completa Jacquin.

Segundo os chefs o "Masterchef" é também uma oportunidade de aperfeiçoamento para quem gosta de cozinhar. “Durante o programa nós iremos ensinar algumas técnicas e corrigir falhas comuns que podem acontecer com qualquer pessoa. Além disso, tem a questão da importância dos bons produtos, dedicação e criatividade”, conta Fogaça.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo