Receitas

Entenda os principais cortes de carne americanos e argentinos

Stefan/UOL
Imagem: Stefan/UOL

Joana Santana

Do UOL, em São Paulo

11/02/2015 07h00Atualizada em 11/02/2015 17h18

Se você já foi à Argentina, sabe que lá quem reina é o bife de chorizo, não a picanha. A paixão nacional brasileira quando se fala em churrasco não é um corte popular em terras hermanas, onde é conhecida como tapa de cuadril. O mesmo acontece nos EUA, onde a picanha não existe fora dos restaurantes brasileiros.

Para você não passar apuro quando viajar, ou mesmo quando decidir ir a um restaurante típico argentino ou americano por aqui, o UOL conversou com Tatiana Bassi, do Templo da Carne, Priscila Deus, chef do Pobre Juan, e Marcelo Shimbo, zootecnista e sócio-diretor da Prime Cater, fornecedora de carnes premium. Esse time de especialistas se reuniu para desvendar os cortes mais populares desses países.

Chorizo é chouriço?

Não se deixe enganar pelo nome: o bife de chorizo argentino não tem nenhuma relação com o nosso chouriço. Trata-se de um corte espesso muito saboroso, tirado do contrafilé e acompanhado de uma generosa capa de gordura.  Ele também existe nos EUA, onde é conhecido como strip loin e pode ser servido com ou sem osso.

Outro corte muito popular na Argentina – e em restaurantes argentinos no Brasil – é o bife ancho. Também tirado do contrafilé, do que chamamos de filé de costela, trata-se de uma carne com bastante gordura entremeada e intenso sabor e maciez. Seu equivalente americano é o ribeye.

Mas se você estiver nos EUA e bater aquela vontade de comer uma fraldinha, por qual nome deve procurar no cardápio? Por lá, essa carne suculenta, macia, saborosa e com pouca gordura é conhecida como skirt steak, e costuma ser servida grelhada após ser marinada. Já na Argentina, peça pelo vacío, que também é feito na parrilla – a churrasqueira dos nossos vizinhos.

Por outro lado, dificilmente você vai encontrar a maminha no cardápio de um restaurante americano. O corte é considerado mais caseiro por lá, onde é chamado de trip tip. Para os argentinos, essa parte mais macia, suculenta e gordurosa da alcatra é chamada de colita de cuadril.

Uma das carnes mais macias e sem gorduras que existem, o filé mignon é chamado pelos americanos de tenderloin, mas também pode ser encontrado como filet, devido à influência francesa. 

Paixões nacionais

Um dos preferidos dos americanos para se fazer assado, o prime rib é uma carne muito apreciada devido ao seu sabor, suculência e maciez.  Equivale ao que nós brasileiros conhecemos por bisteca.

Enquanto no Brasil temos a picanha como corte típico, os EUA têm o T-bone. O corte reúne parte do contrafilé e do filé mignon, separados por um osso no formato da letra "T". Já o porterhouse é uma variação maior do T-bone em que há mais filé mignon. Ambos podem ser encontrados em bons açougues e restaurantes brasileiros, mas não são comuns por aqui nem possuem um nome próprio nacional.

Veja abaixo as equivalências das carnes mais populares nos três países:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Receitas

Topo