Receitas

No purê, no pão e no nhoque: veja como comprar e preparar mandioquinha

Anna Fagundes

Do UOL, em São Paulo

12/05/2015 14h22

Ela atende por vários nomes Brasil afora: enquanto os paulistas chamam de mandioquinha, ela é batata baroa para cariocas e capixabas e batata-salsa na região Sul. Seja com que nome for, o sabor aveluldado e levemente adocidado do tubérculo é uma das alegrias da temporada de inverno.

Muito popular na cultura andina, o tubérculo chegou no Brasil no começo do século 20, quando mudas vindas da Colômbia foram plantadas na região serrana do Rio de Janeiro. Nós a conhecemos como uma raiz de tom amarelo bem intenso, mas existem também variedades brancas, mais comuns em países como Peru e Colômbia.

Encontrada mais facilmente nos mercados de março até agosto, a mandioquinha é um ingrediente versátil para os dias mais frios, podendo ser servida na forma de purê, em sopas e até como substituta para as batatas chips. Veja a seguir algumas dicas para comprar, preparar e conservar o ingrediente –e bom apetite!

Mandioquinha sem Mistérios

  • Para comprar

    Na hora de escolher, prefira os tubérculos de coloração amarela intensa, sem manchas escuras, fissuras ou sinais de amolecimento na casca. Tome cuidado também com o tamanho: as mandioquinhas menores são mais tenras. Quando muito grandes (com mais de 20 centímetros), elas costumam ser mais fibrosas, geralmente porque foram colhidas mais tarde.

  • Para conservar

    Guarde a mandioquinha em um lugar fresco e longe de luz solar. O tubérculo pode também ser acondicionado na gaveta da geladeira, dentro de um saco plástico. Quando frescas, podem durar em média cinco dias. É possível congelar mandioquinha crua, mas depois disso ela não fica boa para frituras.

  • Para preparar

    O preparo é o mesmo das batatas: podem ser assadas, fritas ou cozidas. Para descascar, é mais fácil raspar a casca com uma colher ou uma faquinha. Ela pode ser preparada em panela de pressão e também no vapor.

  • Combinações

    Mandioquinha é um bom acompanhamento para carnes, aves e peixes. Uma combinação muito especial é com carne de pato, especialmente na forma de purê. Ela também pode substituir a batata comum para fazer nhoques e purês, ou como base para bolinhos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Receitas

Topo