Topo

Receitas

A soja ficou para trás: leite de aveia faz sucesso em cafeterias

iStock
Leite de aveia é a nova mania nas cafeterias Imagem: iStock

Lydia Mulvany e Leslie Patton

13/04/2018 15h57

Há um novo leite vegetal na área, e ele provocou uma febre tão grande que as cafeterias dos EUA estão tendo dificuldade para acompanhar a demanda.

É o leite de aveia, e os baristas adoram seu sabor leve e agradável que permite que o café fique no centro das atenções. À medida que mais consumidores escolhem alternativas de origem vegetal em detrimento dos produtos lácteos, ele se tornou tão popular que, no último mês, algumas cafeterias ficaram sem leite de aveia durante dias e até semanas. Para atender à demanda, a produtora Oatly está trabalhando com parceiros para aumentar a produção em 50 por cento até o terceiro trimestre, disse Mike Messersmith, gerente-geral das operações nos EUA, com sede em Nova York.

Leia mais

O leite de aveia "tem o melhor sabor entre as alternativas ao leite", disse Micah Lindsey, de 22 anos, que trabalha como barista em uma cafeteria Intelligentsia, no bairro de Logan Square, em Chicago. Tem uma "textura realmente cremosa" que imita o leite de verdade e funciona bem para criar obras com latte, disse ela.

As bebidas de origem vegetal vêm roubando uma fatia de mercado dos produtos lácteos há anos, e esta tendência não mostra sinais de desaceleração. Em 2018, projeta-se que as vendas no varejo dos EUA de leite tradicional vão cair 1,2 por cento, e as de alternativas como leite de aveia e de amêndoa devem subir 3 por cento, segundo a empresa de pesquisa Euromonitor. A mudança afetou empresas como Dean Foods, a maior produtora de lácteos dos EUA, que em fevereiro divulgou um plano de redução de custos de US$ 150 milhões devido às vendas fracas.

Escassez de oferta

Dollop Coffee, uma rede de Chicago, começou a utilizar o leite de aveia Oatly em outubro de 2017. A demanda está crescendo especialmente entre os clientes que estão abandonando o leite de soja, disse o porta-voz Nate Furstenau. Em março, as cafeterias ficaram sem leite de aveia durante umas duas semanas, e o distribuidor informou à empresa que essa escassez poderia continuar no próximo mês.

O leite Oatly chegou ao mercado americano em setembro de 2016, através da Intelligentsia, que tem sede em Chicago e possui 11 cafeterias nos EUA. Ele agora é oferecido em mais de 1.000 cafeterias em todo o país e está chegando às prateleiras do varejo, disse Messersmith.

Cerca de 13 por cento das bebidas da Intelligentsia são preparadas com leite de aveia, e os clientes pagam um prêmio de 50 centavos de dólar em relação às bebidas com leite comum, de acordo com James McLaughlin, CEO da empresa.

Leite sueco

A Oatly, com sede em Malmö, na Suécia, começou a fabricar seu produto há duas décadas, com base em pesquisas da Universidade de Lund. Para fazer a bebida, a empresa mistura aveia com água e adiciona uma enzima patenteada que separa o amido e adoça a mistura. Depois disso, as cascas soltas da aveia são removidas do líquido. Não se adicionam açúcares nem espessantes.

A indústria de laticínios está pressionando os órgãos reguladores para impor leis de rotulagem que impeçam que as bebidas de origem vegetal usem a palavra "leite" na divulgação da marca. A Federação Nacional de Produtores de Leite dos EUA ressalta que na Suécia se usa o termo "bebida" de aveia.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Receitas